imagem agua1.png

PROGRAMA

MESAS REDONDAS

O DEBATE OBRIGATÓRIO DAS QUESTÕES DO SETOR, COM A PARTICIPAÇÃO DE ESPECIALISTAS CONVIDADOS

 

| O VALOR DA ÁGUA ENQUANTO SERVIÇO PÚBLICO ESSENCIAL

Esta é, cada vez mais, uma questão central para o setor da água. A falta de reconhecimento dos serviços prestados pelas Entidades Gestoras não contribui para a perceção do valor do serviço prestado. Sem mudar o paradigma não será possível que os consumidores percecionem a importância destes serviços na sua qualidade de vida e no seu contributo para a preservação do meio ambiente. O que podemos fazer para que este valor seja percecionado? Como devemos comunicar de forma mais eficaz, para dentro e para fora? 

 

| CIRCULARIDADE, DESCARBONIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE COMO INSTRUMENTOS PARA A CRIAÇÃO DE VALOR

A construção de serviços de água circulares, sustentáveis e neutros em carbono traz um conjunto de desafios, mas também muitas oportunidades de negócio. A economia circular apresenta-se como um modelo económico regenerador e restaurador rumo ao desenvolvimento sustentável, nomeadamente no que concerne à transformação das ETAR em fábricas de recursos com a recuperação e valorização de subprodutos com valor comercial (água, energia, lamas e outros). Aproveitar essas oportunidades é essencial para a criação de valor nas entidades gestoras.

 

| PERDAS DE ÁGUA - MODELOS E METODOLOGIAS PARA RESULTADOS DE EXCELÊNCIA

 

Mobilizar todas as entidades gestoras para a necessidade de melhoria da eficiência hídrica dos sistemas de abastecimento de água é o mote desta mesa redonda. Serão abordados os fatores críticos para o desenho e implementação de uma estratégia bem-sucedida de redução e controlo de perdas de água, bem como partilhadas experiências e metodologias de referência no setor. 

 

| SATISFAÇÃO E EXPERIÊNCIA DO CLIENTE

A digitalização impulsionada pela COVID-19 veio acelerar a alteração de paradigma na relação com o cliente. Neste contexto, e perante uma sociedade mais informada e exigente, é imprescindível que as entidades gestoras coloquem o cliente no centro da sua estratégia, proporcionando-lhe experiências agradáveis em todas as interações. As boas práticas de otimização da experiência do cliente vão estar em destaque nesta mesa redonda com a participação de oradores de dentro e de fora do setor.

 

| GESTÃO E VALORIZAÇÃO DAS PESSOAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

A gestão estratégica de pessoas é atualmente um dos maiores desafios das entidades gestoras, sejam elas públicas ou privadas. Para fazer face às novas exigências, impõe-se a adoção de iniciativas que ajudem a valorizar e potenciar os colaboradores. Capacitação, motivação, envolvimento, desenvolvimento e reconhecimento assumem-se como fatores críticos de sucesso e, como tal, serão o foco desta mesa redonda.

 

| A MÁQUINA DO TEMPO - VISÃO DO SETOR EM 2050

Vamos entrar na máquina do tempo e proporcionar uma viagem aos serviços de água em 2050. Uma visão de um setor mais sustentável e do caminho para lá chegar e dos desafios a vencer. Um caminho moldado pelos desenvolvimentos tecnológicos, que exige alterações fundamentais ao nível das estruturas de gestão e governação, dos modelos de negócio e de operação e dos métodos de organização do trabalho como resposta à evolução dos valores sociais e culturais dos cidadãos e consumidores.

 

| PENSAARP 2030 - ONDE ESTAMOS E PARA ONDE VAMOS?

O PENSAARP 2030 dá sequência a quatro ciclos estratégicos após o início da grande reforma do setor da água. Como podem ser ultrapassados os problemas crónicos do setor? Quais são os investimentos prioritários e as fontes de financiamento disponíveis? Que modelos de governança e de estruturação devem ser privilegiados? Quais os fatores críticos para a circularidade, descarbonização, digitalização e inovação do setor? Como devem ser suportados os custos da gestão das águas pluviais? São estes os motes para a mesa redonda que se propõe discutir a visão, os objetivos e as metas definidas no novo plano estratégico.

onda cor e branco.png